Axor 3131 8×4 de direção autônoma será destaque na Agrishow


Axor 3131 8×4 de direção autônoma será destaque na Agrishow

Uma das maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo será realizada em Ribeirão Preto, SP, entre 29 de abril e 3 de maio
Fonte: Assessoria de Imprensa

O extrapesado Axor 3131 8×4, primeiro caminhão Mercedes-Benz com direção autônoma a ser utilizado numa operação diária regular no Brasil, é uma das grandes atrações da marca na Agrishow 2019, uma das maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo, que será realizada em Ribeirão Preto, SP, entre 29 de abril e 3 de maio.

“O Axor 3131 é o caminhão de direção autônoma para transbordo de cana com a maior capacidade de carga líquida do mercado brasileiro, chegando até 20 toneladas de cana picada. Além disso, sua utilização em substituição a tratores agiliza o processo de transbordo dentro das fazendas, trazendo mais produtividade, menos consumo de combustível e menor custo operacional”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Depois de vários estudos, a Grunner chegou à conclusão de que o caminhão é a melhor solução para acompanhar a colhedora na colheita. Além disso, a tecnologia da direção autônoma trouxe muito mais precisão ao processo de colheita e transbordo”.

Esse caminhão Axor com direção autônoma desenvolvido para aplicações fora de estrada é fruto de uma parceria exclusiva da Mercedes-Benz do Brasil com a Grunner, empresa de tecnologia para o campo. O modelo já opera 24 horas por dia na colheita de cana-de-açúcar na Agro Cana Caiana, no interior de São Paulo, região considerada a maior produtora do País, aumentando assim a produtividade no abastecimento das usinas de açúcar e etanol.

De acordo com a Grunner, na safra 2017/2018, a produtividade média da Agro Cana Caiana saltou para 117 ton/hectare, frente a 69 ton/hectare das safras anteriores à introdução do caminhão autônomo. Ou seja, em apenas uma safra, conseguiu praticamente o resultado de duas.

O uso de caminhão com direção autônoma na colheita de cana assegura até 50% de redução no consumo de combustível, 40% a menos no consumo de lubrificantes e 30% a menos no custo de reparo e manutenção, em comparação com tratores. Além disso, proporciona maior velocidade média de operação, menor tempo e maior agilidade nas manobras, mais conforto para o motorista, mais eficiência em estradas irregulares, com maior estabilidade e menor impacto ambiental pelo menor consumo de combustível.

“Nosso caminhão autônomo Axor para operações em áreas confinadas no campo vem conquistando a confiança das usinas”, diz Roberto Leoncini. “Estamos indo ao encontro de clientes em suas empresas, em nossos concessionários e em eventos para demonstrar a eficiência, rentabilidade e confiabilidade dessa avançada solução para o agronegócio brasileiro”.

Estande expõe modelos de toda a linha de caminhões Mercedes-Benz

Na Agrishow deste ano, a Mercedes-Benz também irá expor diversos modelos de sua abrangente linha de caminhões: Actros 2546 6×2, Axor 3344 6×4, Atego 2730 6×4 e Accelo 1016 com câmbio automatizado. Um Atego 2730 6×4 com a mesma tecnologia de direção autônoma do Axor 3131 estará disponível para realização de test-drive.

Os caminhões da marca são reconhecidos no agronegócio por sua força, excelente desempenho, elevada robustez, resistência e produtividade, seja para o pequeno, médio ou grande produtor rural. Além disso, asseguram versatilidade de aplicação, reduzido consumo de combustível e menor custo operacional. Dessa forma, asseguram rentabilidade para os negócios de transporte e logística dos clientes da marca.

Juntamente com a Rede de Concessionários, o estande da marca também dará amplo destaque ao portfólio de Peças & Serviços, como as três linhas de peças de reposição (genuínas, remanufaturadas e Alliance), planos de manutenção, sistema de gestão de frota e rastreamento Fleetboard, oficina dedicada, Serviço Dedicado Conectado, financiamentos do Banco Mercedes-Benz, atrativos planos do Consórcio Mercedes-Benz e negócios com seminovos da SelecTrucks. Itens da Mercedes-Benz Collection também serão atrativos para os visitantes.

Axor 3131 com direção autônoma utiliza tecnologia e conectividade

O caminhão Axor 3131 com direção autônoma se destaca pela tecnologia e conectividade. A direção autônoma é controlada por um sistema que inclui piloto automático, GPS e georreferenciamento, com o veículo podendo ser utilizado durante 24 horas exclusivamente nos trechos mapeados da fazenda onde acontece a colheita.

“Unimos o conhecimento agrícola da Grunner e a expertise da Mercedes-Benz em caminhões fora de estrada para desenvolver um produto de avançada tecnologia, excelente desempenho e produtividade no transbordo de cana picada”, afirma Roberto Leoncini. “Como resultado, a solução da Grunner é aplicada com exclusividade nos caminhões da nossa marca, que atenderam plenamente às demandas do nosso parceiro. Ou seja, não somente As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve. A Mercedes-Benz ouve também o campo. Aliás, ela ouve, faz e entrega o produto e a tecnologia que o cliente nos pede”.

Entre várias adequações, o Axor com direção autônoma recebeu uma nova configuração com quarto eixo adicional, bitola mais larga (distância entre as rodas), pneus agrícolas de alta flutuação e antenas para captar sinal de satélite. O caminhão atua lado a lado com as colhedoras de cana, também de condução autônoma, que fazem a colheita e o corte, já lançando a cana picada diretamente na carroçaria do caminhão. A velocidade média dos veículos gira em torno de 6 km/h na área da colheita.

Terminado o carregamento, o motorista assume o controle do Axor para a etapa de transbordo aos treminhões, ou seja, o descarregamento da carga nos caminhões de maior capacidade, que completam o ciclo de transporte levando a cana às usinas de açúcar e etanol.

A Grunner e a Mercedes-Benz também disponibilizam o sistema de direção autônoma para o caminhão Atego 2730, ampliando as opções de escolha para os clientes, bem como o alcance dessa inovadora solução para o campo.

Sprinter é referência em qualidade e reduzido custo operacional

No estande da marca na Agrishow estará exposto o chassi Sprinter Street 313 CDI , modelo da linha de veículos comerciais leves da categoria entre 3,5 e 5 toneladas de PBT – peso bruto total. Além disso, o público poderá conhecer as vantagens do plano de manutenção ServiceCare, que otimiza custos e oferece atendimento diferenciado para a realização das manutenções na linha Sprinter.

Formada por furgões e chassis com cabina para transporte de cargas e também por vans de passageiros, a linha Sprinter oferece 60 versões à escolha dos clientes, a partir dos modelos 313 CDI Street (PBT de 3,50 ton), 415 CDI (PBT de 3,88 ton) e 515 CDI (PBT de 5 ton), indicados para empresas de transporte, profissionais autônomos e empreendedores.

Essa linha de comerciais leves se consolidou no Brasil como referência em qualidade, tecnologia, segurança, conforto, agilidade e excelente custo operacional. Além disso, também é reconhecida por sua ótima relação custo/benefício e valor de revenda, o que reforça a imagem da Sprinter como o veículo mais desejado da categoria.

Uma das maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo

A Agrishow é uma das maiores e mais completas feiras de tecnologia agrícola do mundo. Em 2018, foram aproximadamente 160 mil visitantes de mais de 80 países, entre agricultores, pecuaristas, agroindustriais, empresários, representantes de entidades de classe, profissionais, especialistas e estudantes.

Entre os setores abordados no evento destacam-se a agricultura, pecuária, agricultura familiar, armazenagem, sementes, fertilizantes, equipamentos para irrigação, caminhões, máquinas, implementos agrícolas, autopeças, centros de pesquisa, universidades, serviços financeiros e publicações técnicas.

Serviços

Data: 29 de abril a 3 de maio

Local: Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios do Centro-Leste

Endereço: Rodovia Prefeito Antônio Duarte Nogueira, km 321, Ribeirão Preto (SP)

O post Axor 3131 8×4 de direção autônoma será destaque na Agrishow apareceu primeiro em Revista Carga Pesada.

Source: Carga Pesada

Leave a comment