Iveco Hi-Road quer seu espaço nos pesados


Iveco Hi-Road quer seu espaço nos pesados

Versão 6×2 de 440 cv chega custando R$ 380 mil

A Iveco está complementando sua linha de pesados com a chegada dos modelos Hi-Road para aumentar sua participação no segmento que mais cresceu em 2018. A engenharia da montadora incorporou nos novos caminhões atributos do top da linha Hi-Way e tirou de produção os Stralis.

Com destaque para as cores azul e branco perolizado, os novos modelos chegam à rede de concessionários em janeiro. Pelo menos 200 unidades já estavam vendidas na fase de pré-lançamento, a metade para clientes de varejo. Convencida de que o período de crise passou, a diretoria da Iveco estima para 2019 que o mercado acima de 3,5 toneladas, onde atua, atinja a marca de 104,7 mil veículos, 21% a mais que este ano, cuja previsão é fechar com 85 mil unidades.

Equipe da Iveco confraterniza no novo Espaço do Cliente no Campo de Provas de Sete Lagoas (MG).

“Os índices de confiança tanto da indústria quanto do varejo e serviços estão crescendo e o tráfego de veículos nas rodovias voltou ao patamar de 2012, pré-crise”, avalia Ricardo Barion, diretor de Marketing e Vendas da Iveco. “Estamos trabalhando para aumentar nossa participação no mercado de pesados, que mostrou sinais de crescimento ao longo de todo o ano, com este lançamento de produtos para segmentos nos quais ainda não atuávamos”, complementou.

Os motores dos novos Hi-Road são o Cursor 9 e 13, da FPT Industrial, com seis cilindros em linha. O Cursor 9 tem potência de 360 cv (4×2) e o Cursor 13 tem duas faixas de potência, 400 cv (4×2 e 6×2) e 440 cv (4×2, 6×2 e 6×4), com torque máximo de 2.250 Nm.

Ricardo Barion: com a nova linha Hi-Road vamos ampliar nossa participação nos pesados

A transmissão é automatizada de 16 velocidades à frente mais duas marchas à ré, e o tanque de combustível tem capacidade, de série, para 900 litros. “O consumo está 7% menor que as versões anteriores. E os novos motores foram configurados para trabalhar sempre cheios, entregando o melhor torque, quesito extremamente importante para os clientes hoje”, explica Anderson Vilela, da área de engenharia e responsável pelo desenvolvimento dos novos caminhões.

A cabine é totalmente nova e ficou mais leve para proporcionar aumento da capacidade de carga e diminuição no consumo de diesel. O teto alto de série, para-sol, defletor de ar lateral e defletor inferior são alguns destaques.

No total, os novos caminhões ficaram 710 quilos mais leves. “Se considerarmos um caminhão rodando carregado na ida e na volta na rota Belo Horizonte–São Paulo, isso representaria 148 mil toneladas de carga a mais no período de um ano”, complementou Vilela.

Internamente, buscando maior conforto para motorista e ocupantes, também são itens de série o trio elétrico (vidro e trava elétrica, além do retrovisor aquecido e elétrico), banco High Comfort, ar-condicionado e climatizador, rádio com CD, MP3 e entrada USB, volante com comandos integrados, box térmico e suspensão pneumática – com quatro bolsas.

a caixa térmica e detalhes internos da nova cabine: conforto na medida

Com este lançamento, a Iveco posiciona o já conhecido Hi-Way com potência máxima de 560 cv para competir com Volvo e Scania. Os novos Hi-Road chegam para disputar mercado com os Mercedes-Benz.

Outro esforço da marca é na consolidação da sua rede de concessionárias, atualmente com 74 pontos de atendimento que devem se estender para 88 no decorrer do próximo ano. Uma das prioridades é cobrir toda a rota da safra de grãos, setor que é um dos alvos da nova linha de produtos Hi-Road.

O post Iveco Hi-Road quer seu espaço nos pesados apareceu primeiro em Revista Carga Pesada.

Source: Carga Pesada

Leave a comment