Sistema da ZF permite caminhões mais seguros para o trânsito nas cidades


Sistema da ZF permite caminhões mais seguros para o trânsito nas cidades

Condutor recebe alerta assim que pedestres e ciclistas ou outro elemento se aproximam do ponto cego ou de uma possível zona de colisão.

 

No IAA, a ZF apresenta soluções que podem ajudar a tornar os caminhões mais seguros no tráfego urbano por meio de um sistema de assistência de alterações de cursos, com base em um radar capaz de monitorar toda a lateral do veículo.

O sistema trabalha com os desafiadores pontos cegos apresentados pelas configurações atuais de espelhos. Ao condutor é dado um alerta assim que pedestres, ciclistas ou outras formas de transporte se aproximam do ponto cego ou de uma possível zona de colisão. Posteriormente, esta tecnologia será desenvolvida no sistema Side Vision Assist, que também incluirá imagens de câmeras.

Graças a algoritmos inteligentes e sensores interligados, esta tecnologia também pode acionar efetivamente o sistema de direção e, caso necessário, realizar a frenagem de emergência. Isso faz dele um importante aliado para o desenvolvimento de caminhões com funções automatizadas.

Quando os caminhões conduzidos nos centros das cidades são envolvidos em acidentes, isso pode resultar em graves consequências. Estes incidentes podem envolver vidas vulneráveis, como de ciclistas e pedestres. No passado, de acordo com o Instituto Federal de Estatística alemão, foram registradas 76 mortes e mais de 3.000 feridos apenas na Alemanha.

“Os sistemas de assistência podem ajudar a tornar os caminhões mais seguros e evitar acidentes durante uma curva, mudança de cursos ou manobras. Este ano, no IAA em Hannover, teremos uma perspectiva sobre estas soluções neste setor.” afirmou Fredrik Staedtler, Head da Divisão de Tecnologia de Veículos Comerciais.

Em um futuro próximo, a ZF irá adicionar o sistema de assistência ao seu portfólio, baseado em dois sensores de radar, montados na lateral inferior direita do caminhão. A solução poderá fornecer uma ampla cobertura da possível zona de risco, mesmo em situações pouco claras ou de baixa visibilidade. O sistema de assistência consiste principalmente em auxiliar o motorista quando os objetos se aproximam da área de risco do caminhão ou quando os pedestres começam a se mover repentinamente – o que pode ocorrer com os ciclistas, que podem se envolver em acidentes durante uma curva. Nesse caso, o sistema emite um aviso visual, acústico ou táctil, conforme necessário.

 

Desenvolvimento suplementar em direção a um sistema ativo

 

Para ajudar a evitar colisões durante uma manobra de forma ainda mais eficiente, a ZF está desenvolvendo sua função de assistência por meio de um sistema ativo. O Side Vision Assist não apenas será capaz de alertar os condutores, como também poderá intervir e iniciar manobras de frenagem ou de emergência, caso seja necessário. Para tanto, o Side Vision Assist utiliza diversas câmeras, além de sensores de radar, de forma a reconhecer movimentos e identificar pedestres e ciclistas. Desta forma, o sistema cria uma visão abrangente ao redor do caminhão disposto em um monitor, uma vantagem decisiva para os motoristas, tendo em vista que a partir desta solução eles poderão receber informações importantes que anteriormente só seria possível com o uso de seis espelhos retrovisores externos separados.

Com este sistema ativo, a ZF cria um importante requisito para caminhões com capacidade autônoma: os algoritmos desenvolvidos pela ZF reforçam um aprendizado detalhado, o que permite que o computador ZF proAI compreenda as proximidades do caminhão, avalie a situação na via em tempo real e reaja de acordo, se necessário. Tudo isto é possível porque o sistema da ZF possibilita que a unidade de controle seja conectada diretamente aos atuadores do caminhão. Se o motorista não responder a um aviso, o sistema pode frear de forma independente, parar completamente ou contornar obstáculos.

O post Sistema da ZF permite caminhões mais seguros para o trânsito nas cidades apareceu primeiro em Revista Carga Pesada.

Source: Carga Pesada

Leave a comment