Vendas de caminhões em2017 superam as do ano passado, segundo Fenabrave


No acumulado (janeiro a novembro) são 45.894 emplacamentos contra 45.846

Nelson Bortolin

Com a venda de 5.495 caminhões novos em novembro, o resultado acumulado do ano – agora com 45.894 emplacamentos – supera o do mesmo período do ano passado (45.846). A diferença é de apenas 0,10%, mas foi a primeira vez no ano que o mercado, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), mostrou-se superior ao de 2016 (ver quadro).

Thiago Marçal, supervisor de Vendas da Ingá Veículos (concessionária Mercedes-Benz em Londrina), diz que o mercado de caminhões vem reaquecendo nos últimos meses. E ele atribui esse crescimento ao fato de os frotistas estarem terminando de pagar os financiamentos que fizeram antes da crise. “Hoje está faltando alguns modelos caminhões para entrega”, conta.

Já Fernando Xavier Mourão, gerente Comercial da Treviso (concessionária Ford em Maringá), diz que o mercado de caminhões está igual a voo de galinha. “A galinha dá uma corrida, bate as asas, dá um pulinho pra frente e para”, compara. Mas ele vê sinais de recuperação. “Principalmente no extrapesado, que é o mercado que mais caiu e é o primeiro que está se recuperando.”

ANFAVEA

Os dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que são divulgados alguns dias depois dos da Fenabrave, são parecidos. Segundo a Anfavea, as vendas de caminhões novos subiram 44%, fechando novembro com 5,5 mil unidades vendidas contra 3,8 mil unidades de igual período de 2016.

Já em comparação com às 5 mil de outubro, o aumento foi de 8,8%. No acumulado do ano o registro ainda é de baixa de 0,5%: 45,9 mil unidades foram negociadas nesse ano e 46,1 mil em 2016.

Os fabricantes exportaram em novembro 2,3 mil unidades, número 4,4% superior em comparação com as 2,2 mil de novembro de 2016 e menor em 2% ante as 2,4 mil de outubro. De janeiro até o momento, os dados apontam crescimento de 36,8%: 26,1 mil neste ano contra 19,1 mil no ano passado.

PRODUÇÃO

Segundo a Anfavea, a produção do segmento em novembro ficou em 8,2 mil caminhões, acréscimo de 52,6% em relação as 5,4 mil de novembro do ano anterior e estável com outubro. No acumulado as 75,5 mil unidades deste ano representam alta de 33,9% sobre as 56,4 mil de 2016.

HISTÓRICO DE EMPLACAMENTOS DE CAMINHÕES

Fonte: Fenabrave

Source: Carga Pesada

Leave a comment