Mercedes-Benz vai matar todas as peruas até 2030


As peruas estão ameaçadas por crossovers e SUVs, assim como pelo processo de eletrificação forçada na Europa, seu principal celeiro. Contudo, um duro golpe deve ser dado pela Mercedes-Benz.

A marca de luxo alemã encerrará as vendas dos modelos Touring ou Estate, como também são conhecidas as station wagons da estrela, até 2030, segundo o site alemão Automobilwoche.

O motivo alegado pelo fabricante de carros de luxo é a falta de demanda para esse tipo de produto nos EUA e na China. Neste último, contudo, temos visto algumas marcas apostando nas famosas familiares.

De qualquer modo, na visão da Mercedes, as peruas não atenderão ao que a empresa deseja e apostará em produtos que sejam mais atraentes aos consumidores internacionais.

Não se sabe se existe mais algum motivo para o fim das peruas da Mercedes-Benz, mas o recorde de vendas da BMW em 2021, que a colocou no topo das luxuosas, pode ter influenciado nisso.

Antes os fabricantes de luxo alemães pensavam primeiro no mercado doméstico e europeu, depois no americano e pronto. Com a China sendo mandatória nas vendas, tiveram até que esticar seus carros.

Nos EUA, os SUVs e picapes ditaram a moda e mesmo sedãs de luxo perderam espaço para players locais, sem contar a Tesla.

Ainda que a Audi mantenha o foco nas peruas, especialmente na proposta esportiva delas, a Mercedes-Benz parece não se intimidar com o destaque da rival e nem com o recente reavivamento da BMW, com a Série 3.

Para os clientes fiéis, o recado é mudar de estilo na marca ou sair e, nesse caso, Audi e BMW estarão de braços abertos, mesmo se um deles também seguir a estrela, mais no segundo caso.

No mercado geral, as peruas ainda seguem longe do fim, com a Volkswagen concentrando a Passat Variant para um consumidor de maior poder aquisitivo, onde até a Skoda Superb Combi é outra desejável.

[Fonte: Automobilwoche]

 

© Noticias Automotivas. A notícia Mercedes-Benz vai matar todas as peruas até 2030 é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas

Leave a comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.