Montadoras voltam a paralisar produção


Montadoras voltam a paralisar produção

Mercedes-Benz divulgou nota segundo a qual suas fábricas fecham as portas em 26 de março, com retorno previsto para 5 de abril

Com o recrudescimento da pandemia do coronavírus, as montadoras voltam a paralisar a produção. Scania, Volkswagen e Volvo já haviam anunciado que reduziriam a produção temporariamente.
Nesta terça-feira, (23), foi a vez da Mercedes-Benz anunciar sua decisão. Veja a íntegra da nota divulgada pela montadora:

“Há mais de um ano, desde o início da pandemia da COVID-19 no Brasil, a Mercedes-Benz e toda sua Rede de Concessionários tem se adaptado para atender a todos os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS). O nosso objetivo tem sido garantir um ambiente seguro aos nossos colaboradores, familiares e clientes sem deixar de atender à população por meio de nossos produtos e serviços.

Diante do agravamento da pandemia nos últimos dias, contudo, a Mercedes-Benz do Brasil informa que irá interromper as atividades produtivas das fábricas de veículos comerciais de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG) no dia 26 de março, com retorno previsto para 5 de abril.

O nosso intuito, alinhado com o Sindicato dos Metalúrgicos, é contribuir com a redução de circulação de pessoas neste momento crítico no país, administrar a dificuldade de abastecimento de peças e componentes na cadeia de suprimentos, além de atender a antecipação de feriados por parte das autoridades municipais.

A partir de 5 de abril, continuando as medidas restritivas para proteção de nossos profissionais, também concederemos férias coletivas para grupos alternados de funcionários produtivos de acordo com o planejamento de nossas fábricas. Assim, teremos um grupo de produção menor mantendo os protocolos de distanciamento, mas continuaremos a atender os nossos clientes com nossos produtos e serviços.

A Rede de Concessionários e suas oficinas permanecerão em funcionamento seguindo todas as medidas preventivas, com exceção daquelas localizadas em estados ou cidades em que há orientação do poder público de interrupção das atividades.

Os colaboradores administrativos, por sua vez, continuarão trabalhando em regime de home office. Ao todo, a Companhia emprega cerca de 10 mil profissionais no Brasil.

Para a Mercedes-Benz do Brasil é essencial trabalhar para todos que movem o mundo e, acima de tudo, com saúde e segurança!”

O post Montadoras voltam a paralisar produção apareceu primeiro em Revista Carga Pesada.

Source: Carga Pesada

Leave a comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.