Novo Citroën C3 terá versão elétrica, mas na França


O Novo Citroën C3 gera expectativas tanto aqui quanto na França, mas em realidades bem diferentes. Aqui, a proposta será mais simples que na terra do duplo chevron.

Segundo o site L’ Argus, o Novo C3 europeu fará o caminho que os demais parentes da Stelllantis estão fazendo, o da eletrificação plena.

O compacto de acesso da Citroën terá uma versão 100% elétrica segundo fontes, visto que o hatch será feito sobre a plataforma modular CMP, a mesma do modelo brasileiro.

O que nem os franceses sabem realmente é como será o Novo C3, mas possivelmente ele será baseado no modelo indo-brasileiro, projetado para os emergentes.

Contudo, não será apenas um ë-C3 com motor elétrico de 136 cavalos e 26,5 kgfm, que veremos no mercado europeu.

Comenta-se por lá que, além das baterias de lítio de 50 kWh com autonomia acima de 320 km, o Novo C3 terá tanque de combustível para as versões a gasolina 1.2 Puretech de 82 ou 110 cavalos (Turbo).

Também será equipado com transmissão manual ou automatizada de dupla embreagem com sete marchas, além de tração dianteira unicamente.

O diesel sai de cena definitivamente na vida do Citroën C3, com exceção da Índia, ficando assim uma proposta onde a versão topo de linha será a elétrica.

Sucesso na França e na Europa, o C3 vem de um longo caminho, tanto lá quanto cá, onde muitos clientes apreciaram seu estilo disruptivo, refletindo a inovação da marca parisiense.

No entanto, num mercado europeu cada vez mais inflacionado pelo custo da eletrificação, o Novo C3 terá que encarar a mudança num ambiente altamente competitivo.

Para a Citroën na França, tal como no Brasil, o Novo C3 não será o único a mudar, pois, ela precisa substituir o agora estiloso C3 Aircross, após ter se livrado do C4 Cactus em prol do Novo C4.

Sem o C1, em seus últimos dias, a parisiense só precisa trocar a PF1 pela CMP na linha C3 para encerrar o passado.

[Fonte: L’Argus]

Notícias Automotivas

Leave a comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.